Ações da 6ª edição do AbriU Dança vão movimentar Jequié

Postado em Atualizado em

mostra

Coreografias de diversos estilos serão apresentadas, durante a Mostra Coreográfica da 6ª edição do AbriU Dança na Bahia em Jequié. A mostra será realizada, na quarta-feira (26/04), às 19h30, com ingressos a preços populares: R$ 8 inteira e R$ 4 meia. O palco das apresentações será o Centro de Cultura ACM.

 Integram a programação os grupos da casa, Por Um Fio com a montagem “Sonho de Valsa”, Grupo Institutos com “(In)Pulsos” e a Cia de Dança Estesia com “Ethos Humanos” , além dos artistas da cidade, o público poderá conferir o  solo “Enquadro” de Jordan Fernandes do Espírito Santo; e  a coreografia “Sim, Senhor” da Ékstasis Cia de Dança, de Vitória da Conquista. Os grupos que farão parte da mostra passaram por um processo de seleção. Foram mais  de 400 propostas inscritas, incluindo as cidades participantes: Salvador, Camaçari, Senhor do Bonfim, Jequié e Valença.

Para o estudante e bailarino Hygor Borges,  a realização do “Abriu” em Jequié é de suma importância, pois contribui com o polo cultural da cidade, que possui o primeiro curso de Licenciatura em dança do interior. “É uma troca de saberes que envolve toda a diversidade que existe dentro do seguimento. O paralelo entre capital e o interior, sempre é algo que precisa ser pensado quando se trata de arte em modo geral. Existem grandes profissionais na área artística espalhados pelo interior e essas ações de fomento ajudam a dar visibilidade e a prosseguir produzindo atividades no âmbito cultural, afirmou Borges.

 Pelo sexto ano consecutivo, o AbriU Dança na Bahia promove diversas ações para celebrar o mês da dança. O projeto visa não apenas as comemorações, mas também qualificar profissionais, promover o intercâmbio e difusão de informações entre artistas. Por isso, além das mostras coreográficas, oferece uma programação pedagógica  com oficinas, palestras e diálogos temáticos, ministrados por profissionais com vasta experiência artística e acadêmica.

“O “Abriu” além de mostrar as diversas possibilidades de criação em dança por meio de mostras coreográficas conta com palestras que garantem um entendimento sobre o fazer dança, levantando dúvidas, opiniões, conclusões acerca do tema. E  também as oficinas que fazem o compartilhamento de novas experiências, de vivência com outros corpos dançantes e de construção de saberes que colaboram para o desenvolvimento da percepção e de criação artística”, concluiu Borges.

No primeiro dia terça-feira (25), ás 8h, o público terá a oportunidade de participar de um diálogo temático sobre Produção e Formação em Dança. No segundo dia, quarta-feira (26), acontece ás 8h, a oficina de Dança Contemporânea com o diretor de espetáculo, coreógrafo e educador Jorge Silva, e às 10h,  a de Danças Populares Brasileiras com a coreógrafa, doutora e mestra em educação e especialista em coreografia,  Amélia Conrado. Todas as atividades serão na Sala Zero da UESB

As inscrições para as oficinas e diálogos são gratuitas e deverão ser feitas pelo site https://abriudancanabahia.wordpress.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s